PRESIDENTE

Estamos vivendo um grande momento de graça na Igreja do Evangelho Quadrangular do Estado de São Paulo. Desde o primeiro momento nesta função, a qual Jesus me confiou, estou em grande tremor e temor. Procurei nestes dezesseis meses de trabalho fazer o melhor, junto aos meus conselheiros. Pude fazer uma administração com transparência e reestruturando a igreja em todo o Estado, porque Deus nos convoca para sermos agentes modificadores. Por isso, a base de todo o trabalho desse Conselho tem sido também a transparência e a reestruturação da Igreja, procurando criar confiabilidade (esperança firme em algo garantido).

Em linhas gerais, sanamos todas as dívidas da IEQ paulista, estamos cuidando de pastores doentes e que estão envelhecendo, compramos vários terrenos e construímos novas igrejas para cumprir o projeto Igreja-Embrião, estamos zelando pela parte espiritual da Igreja com amor junto ao Conselho e minha esposa Eunice Digilio vem fazendo um trabalho maravilhoso de aproximação junto às esposas de pastores.

Este Conselho tem o dever de assim proceder, pois essa é a obrigação resultante dos preceitos da honra: esquecer o passado, viver o presente e, juntos, alcançarmos um futuro de glória para a nossa amada Quadrangular. O CED-SP de hoje tem seu trabalho estribado no Senhor Jesus, que com seu desapego ao corpo terreno, nos desafia a tomar conhecimento das coisas a nós ordenadas para fazer, a fim de que possamos escolher de que lado estamos. Tomo os capítulos 20 e 21 do evangelho de João para te dizer: ‘façamos a nossa parte, porque o Senhor está a nossa frente para nos fazer vitoriosos’.

O Senhor tem um ponto central o qual opera em cada aspecto da nossa vida, individualmente ou em conjunto, e é assim que Ele esta conduzindo este Conselho Estadual, individualmente e em sintonia com o CND, para alcançarmos a unidade da Igreja. O nosso trabalho com os conselheiros precisa continuar, precisa ser anunciado aos ouvidos surdos, pois estamos atentos contra a politicagem e a teologia da letra, que luta para engessar todo o avanço da igreja espiritual. Este Conselho precisa continuar sem a alteração de seus membros porque estamos vivendo o tempo de Deus para a IEQ de São Paulo, o tempo em que Deus começa a agir, para a unidade perfeita do seu corpo.

Que o Espírito Santo nos ajude e nos ensine a fazermos, juntos, um alicerce de fidelidade, honra e obediência a Deus e aos homens aos quais somos submissos.

Destaques Quadrangular