13/06/2018

Comunicado Importante ao Ministério Quadrangular

 Ao ministério Quadrangular

Paz seja convosco!

 

Tendo em vista o comunicado oficial do CND feito para todos os superintendentes de São Paulo, onde no mínimo se pretende mais uma vez subestimar o entendimento do pastor quadrangular, nos vemos no direito e no dever de informar toda a verdade para que se cumpra a palavra em João 8:32.

 

1- Em primeiro lugar o comunicado do CND não traz a íntegra da decisão nele mencionado (veja que o texto começa no item 2). A decisão judicial tem três páginas e de forma maldosa foram postadas apenas as duas últimas páginas e por quê? No item 1 da decisão judicial consta que “de início observa que o afastamento do agravado NÃO está estribado nas regras do estatuto eclesiástico”... conclusão: Não foi feita na forma do estatuto.

 

2- Em segundo lugar ainda na primeira página omitida pelo CND pode-se ler:

“Assim, não pode subsistir a destituição do autor do cargo de Presidente do Conselho Diretor Estadual e de todos os seus auxiliares de gestão, bem como a indevida troca das fechaduras da sede estadual. *Não há nenhum reparo na liminar* deferida quanto a este aspecto.”

 

Deve se entender que a liminar também inclui derrubar a proibição de os conselheiros paulistas reunirem-se para deliberações, pois se afigura como penalidade de destituição de cargo sem o devido processo legal.

 

E restituídos no cargo poderão dar normal seguimento as atividades programadas do calendário no órgão estadual com seus fiéis sem nenhuma oposição do órgão nacional.

 

Isso significa que o pr. Rocco continua sendo o legítimo presidente eleito pelo ministério paulista no exercício legal e total de suas atribuições estatutárias.

 

 Quanto ao comunicado enviado pelo CND ao contrário do que foi dito que “o interventor irá acompanhar todos os atos do CED/SP” leia-se o que está escrito na decisão:… “Todos os atos gerenciais do referido conselho devem ser comunicados ao interventor…”

 

É diferente *“acompanhar e ser comunicado.”*Observo que toda contabilidade é eletrônica, e de imediato conhecimento do CND, assim como todos os atos e obras em execução são de total conhecimento do CND.

 

O que a sentença diz é que: ”o que se verifica do relatório de folhas 227/244 é que foram apuradas inúmeras irregularidades”. O que não foi relatado pelo CND é que essas “supostas inúmeras irregularidades” são as mesmas que não foram objeto de um processo eclesiástico e não foram provadas, carecem de apuração, e esse sim foi o real motivo pelo qual a intervenção foi mantida, ou seja, para verificação dentro dos limites éticos, morais e estatutários que até aqui não havíam sido respeitados pelo CND conforme se afere da decisão judicial.

 

3- Segue em anexo a íntegra da decisão até porque espera-se de uma entidade eclesiástica que as notícias que se espalham pelo ministério sejam emitidas no seu todo e não só na parte que atenda a interesses particulares.

 

4- Comunicamos que os eventos já programados serão mantidos e caso haja necessidade de remanejamento dos locais e horários avisaremos com antecedência. Não deixe de comparecer pois a benção de Deus está sobre o estado de São Paulo.

 

OREM PELA NOSSA AMADA IEQ. DEUS ABENÇOE VOCE E SUA FAMÍLIA.

 
 
A íntegra da decisão citada no ítem 3 se encontra neste link
 

 

 

 

Galeria de fotos

Destaques Quadrangular